Sessão DocNomads

A seleção dos filmes que compõem esta mostra do DocNomads visa apresentar trabalhos que representam diferentes abordagens à criação de documentários no contexto deste mestrado internacional. Os filmes foram produzidos em edições recentes do curso por alunos que tiveram de se adaptar ao desafio de realizarem filmes em períodos curtos e em lugares estranhos à sua origem linguística e cultural. A imersão destes artistas “nômades” em ambientes sociais e culturais muito distintos potencia o desenvolvimento das suas capacidades relacionais e de pensamento crítico, ganhando autonomia em múltiplos aspectos do processo de cinema cuja experimentação intensiva contribui para que encontrem o seu próprio repertório de abordagens fílmicas. A curadoria é dos realizadores Victor Candeias e Margarida Cardoso, professores do Docnomads.

Bakter o trocador de trilhos.jpegBakter, the track changer (Bakter, o trocador de trilhos), de Venice Atienza (Hungria/11’/2017)

Erno trabalhou trocando trilhos de trem durante 42 anos e nove meses. Em uma pequena base a um quilômetro da estação ferroviária de Dvory nad Žitavou, na Eslováquia, ele viu o mundo tomar forma enquanto mudava a direção dos trens. Enquanto tenta compartilhar sua história de vida com sua neta e amigos, Erno percebe que falta algo.

Para lá do Marão.jpgPara lá do Marão, de José Fernandes (Portugal/7’/2015)

Uma população em extinção e uma terra longe da vista, ameaçada pelo seu próprio desaparecimento.

Ceramic Tales_still image.jpgCeramic Tales (Histórias de cerâmica), de Martina Droandi (Bélgica/9’/2015)

Alguns objetos são parte de nossa vida cotidiana. Não questionamos sua utilidade e não sabemos de onde eles vêm. Este filme reúne três histórias por trás da história de um objeto essencial em alguns países e completamente desconhecido em outros. Com um olhar atento, um objeto pode revelar muito mais do que o esperado.

Men With No Name_still image.jpgMen with no name (Homens sem nome), de Nuruzzaman Khan (Portugal/12’/2016)

Dois jovens do Bangladesh vieram para Lisboa para mudar a sua sorte. Eles pensavam amealhar um bom pecúlio e regressar a uma vida melhor no país de origem. Mas o curso das coisas não corre como esperado e a vida prossegue incerta. Apesar de tudo continuam esperançados de que algum dia conseguirão alcançar o seu destino.

Apnoe_still image.jpgApnoe (Apneia), de Nicola Sangs (Bélgica/9’/2015)

Um período da infância que por muito tempo permaneceu escondido e negado volta à tona dentro do espaço íntimo e uterino de uma banheira.

The Falling of a Hero of Our Times.jpgThe falling of a hero of our times (A queda de um herói do nosso tempo), de Cristina Hanes (Portugal/11’/2015)

Um homem de 70 anos é retratado ao relembrar suas memórias do passado, revelando luxúria e anseio por amor. Suas memórias são desencadeadas pela presença da jovem cineasta, uma mulher na casa dos 20 anos, que evoca a imagem de um de seus antigos amores. Encantada com o personagem, a cineasta é levada a adentrar o espaço fílmico, que se torna um relato íntimo do relacionamento sincero entre os dois. O filme apreende visualmente esta claustrofóbica câmara de luxúria através do imaginário sensorial deste homem.

PULSE_still image.jpgPulse (Pulso), de Robin Petré (Hungria/27’/2015)

Em uma das maiores fazendas de cervos da Europa vivem 1.500 animais e seus cuidadores. Essencialmente selvagens, eles foram capturados nas florestas do sul da Hungria e trazidos para a fazenda há apenas 25 anos. O filme explora as relações complexas e ambivalentes entre estes animais, o homem e sua coexistência na natureza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s